Celso de Alencar – Deus não é bom

Imagem de Amostra do You Tube

Leitura de Celso de Alencar no evento Desconcertos de poesia, organizado por Claudinei Vieira no Patuscada – Livraria, bar & café, dia 19/07/2016.

DEUS NÃO É BOM

No final da tarde do último dia,
Deus reuniu todos os animais
e lhes disse: crescei e multiplicai-vos.
E assim se fez. A terra foi povoada
e viveram o homem e a mulher
e os outros animais e suas fêmeas
se multiplicando, como lhes disse Deus,
gerando filhos até o dia de hoje.

Mas o homem não é bom. Nunca foi bom.
Faz tempo que aprisiona os outros animais.
Sente prazer em vê-los presos,
paga ingressos para vê-los presos. Estão presos.
Diz que assim preserva a vida
daqueles que chama de bicho.

A crueldade alcança ainda os gatos e os cachorros
Guarda-os em casas e palácios, chama-os de filhinhos,
dá-lhes seu nome e decepa-lhes o sexo.
Destrói-lhes a liberdade.
Destrói-lhes uma das substâncias da vida: o orgasmo
Gatos e cachorros não podem gozar.
Estão proibidos. O homem não quer que gozem.
Definitivamente o homem não é bom.
Deus disse: foste criado à minha imagem e semelhança.
Deus não é bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *