Caroline Policarpo Veloso: cartografia do silêncio (2019)

Caroline Policarpo Veloso nasceu em São Paulo em 1996. Graduada em letras, é animal metamorfo e nômade. cartografia do silêncio foi contemplado pelo edital de poesia do ProAC em 2018.


Os poemas a seguir foram selecionados da obra cartografia do silêncio (Patuá, 2019).

.

as pedras têm muita força, ou somos nós?
viviane nogueira


imagina carregar uma montanha
dentro do corpo

a cada passo a cada gesto
mover pedras

(imagina a dor nos músculos o cansaço)

//

imagina carregar dentro do corpo uma
pedra
vermelha
que sangra

(sempre)

//

imagina o tanto de

silêncio
e grito
calma
e força


ANOTAÇÕES PARA UM AUTORRETRATO


I


57 quilos

206 ossos

braços/dedos/seios/ombros/dentes

um tanto de grito
e garra
guelra
e asa
&pelos&cauda&trompa


II


me dói tanto esse corpo
de dentro


III


eu checo esse rosto
no espelho
todos os dias
com esperança de que tenha se tornado meu


.


bicho mar que me chama me puxa me
[tenta me tira o chão de debaixo dos pés
molha os papéis que esqueço nos bolsos
traz peixe concha caranguejo caramujo
traz e leva os cacos de outros dias
largados pela areia
bicho mar que ruge tão forte
que enfeitiça
como se o marulho fosse o canto
[das sereias
bicho mar
vim te pedir pra receber meu corpo
e me ensinar a força a concentração
[a coragem
necessárias para todos os mergulhos


One Comment

  1. Caroline Veloso vc é intensa e é de 96 ainda, talento bruto!
    torcendo pra o brasil ser justo com vc e a sua poesia!
    Axé!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *