Arthur Lungov: Corpos (2019)

Arthur Lungov é poeta e editor de poesia da revista Lavoura. É autor do Corpos (Quelônio, 2019), obra que foi contemplada pelo 2° Edital de Publicação de Livros da Cidade de São Paulo; e da plaquete Anticanções (Sebastião Grifo, 2019). Foi publicado em coletâneas e revistas literárias. Email para contato: [email protected]



Os poemas a seguir foram selecionados da obra Corpos (Quelônio, 2019).



CAMINHO

rasgos
na pele

sendas abertas
traçadas

prefere fazer as vezes de
campo percorrido e
marcado

gente que não têm medo
de cartografar as
próprias vias

que jamais enterrou sem cruz
algo ou alguém
nas beiras
de si



SERTÃO

sem nuvem não adianta dançar

mais vale fazer
fumaça
castigando a terra com os
pés

quem racha seco
precisa exprimir fora
o mar de si
e aprender
a vazar

TREJEITO

o modo como você raspa
o cabelo
é o mesmo de quando você
espia pelos cantos
espana os
móveis
estica as pernas
mordisca as unhas
ofega exausto
soletra as vogais
pega o violão
e faz
cuscuz

Primata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *