Macaio Poetônio: leopardos maciços (2020)

Macaio Poetônio, um dos fundadores da revista eletrônica Poesia Primata e da Editora Primata, é poeta, editor e designer gráfico. leopardos maciços é seu segundo livro.

foto: Gae Breyton


Os poemas a seguir foram selecionados do livro leopardos maciços (Editora Primata, 2020), disponível para aquisição neste link.




.


Chove.
Os pássaros dormem escondidos.
Corpos se esbarram no transporte público.
Eu aceito
o novo amor.




COXA


Venha vazio
jantaremos
minhas patas
e os papéis de bala
guardados no bolso
das tardes silenciosas.


AMOR


Levo pelos cabelos
meus sete anjos de delírio defuntos
empinando horizonte carregando nas costas
o papel branco de onde
a morte gosta de acenar.



PAI


Talvez meus longos bigodes queimados
cansados de pensar sobre si mesmos
saiam para dançar
onde se escondem leopardos maciços
e os filhotes
do
seu
desejo.


Primata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *